O Professor do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (CIn-UFPE), Vinicius Garcia, teve sua tese de doutorado adaptada e publicada em formato de livro este ano. Intitulado “RiSE Reference Model for Software Reuse Adoption: An Approach for Brazilian Companies”, o livro trata de reutilização de software e estádisponível para vendas no site da Amazon (http://amzn.to/eKStYh).
 
Visando a melhoria de competitividade no mercado e ganhos de qualidade do produto, esforço aplicado e diminuição dos custos produtivos, a empresa que implanta um programa de reutilização consegue oferecer preços mais baixos que seus concorrentes, por exemplo. “Há também uma diminuição no time to market, uma vez que parte do que ela deveria produzir já está pronto”, afirma o professor. Sistemas de informação, CRM e ERP, entre outros, podem passar por esse processo de reuso.
 
Entretanto, para que este tipo de abordagem seja introduzida nas companhias é necessário um alto investimento financeiro e nem sempre é possível apresentar de forma sistemática e detalhada as atividades, papéis, entradas e as saídas de todo o processo.Por isso, a tese/livro foi desenvolvida para propor “um caminho incremental, de práticas de reuso de software, e baseado em pequenos saltos de investimento, para auxiliar nos processos de adoção e avaliação da capacidade de reuso nas organizações, construído a partir do estado da arte e da sua experiência prática da área em projetos em empresas de TI.”
 
Muitas empresas que fazem uso da reutilização preferem não divulgá-lo. Pois, pode prejudicar a sua relação com os clientes, no que se refere ao aumento de lucros. Mas sabe-se que renomadas companhias como IBM, Motorola, Philips, Bosch, Lucent já obtiveram ganhos com a adoção de práticas de reutilização de software em seus processos.
 
A primeira publicação de Vinicius Garcia também fala sobre reuso de software, e foi o primeiro livro a discutir o tema de uma forma mais abrangente. “O C.R.U.I.S.E nasceu da necessidade de termos um material de referência para quem quiser saber mais, ou pelo menos o básico, sobre o assunto.”, conta o professor. Além disso, pode ser encontrado de forma aberta e gratuita para download (http://cruise.cesar.org.br/index.html). O estudo foi desenvolvido em parceria com o C.E.S.A.R – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, grupo do qual o autor é membro.

Comentários desativados