Haverá segundo turno nas Eleições 2015 para a Reitoria da UFPE no dia 13 de maio. Os dois candidatos mais votados nesta quarta-feira (29) e que disputarão o segundo turno são o atual reitor Anísio Brasileiro (Departamento de Engenharia Civil) e Edilson Fernandes (Departamento de Educação Física), que obtiveram 5.785 votos (44,51% dos votos apurados) e 3.819 votos (22,83%) até as 23h30 de hoje (29), quando o sistema de apuração contabilizava 15.456 votos, representando 95% dos votos apurados.

 
Após todo um dia de votação marcado pela tranquilidade nos três campi da UFPE, o resultado foi anunciado pela presidente da Comissão Eleitoral, professora Glória Widmer, no Auditório João Alfredo, na Reitoria. A finalização da apuração ocorrerá nesta quinta-feira, quando forem apurados os votos das urnas manuais que precisaram ser utilizadas no processo eleitoral.
 
Os demais candidatos foram Daniel Rodrigues, que ficou com 2.988 votos (15,09% dos votos apurados); Diogo Simões, 1.741 votos (9,98%), e Maria José Luna, 757 votos (4,45%). Haviam sido registrados, até aquele momento, 217 votos nulos (1,97%) e 149 votos em branco (1,18%).
 
 
Anísio conseguiu neste primeiro turno 1.039 votos entre os docentes, 1.082 votos entre os técnicos administrativos e 3.664 entre os alunos. Já Edilson conseguiu 188 votos de docentes, 835 votos de técnicos administrativos e 2.796 votos de alunos. Cada segmento representa um terço dos votos. Estavam aptos a votar 43.958 eleitores, sendo 2.438 docentes do Magistério Superior e do Colégio de Aplicação, em efetivo exercício; 4.617 técnicos administrativos do quadro permanente, em efetivo exercício; e 36.903 alunos dos cursos de graduação (presencial e do ensino a distância), pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) e dos programas de residência.
 
A votação obtida por cada candidato por segmento está detalhada no hotsite das Eleições. Também estão disponíveis informações detalhadas por seção eleitoral e por local de votação.
 
Quando o painel virtual instalado no hall da Reitoria apontava 90% dos votos apurados, o reitor Anísio Brasileiro conclamou a sua militância para as eleições em segundo turno. “Nós vamos ganhar o segundo turno. A gente nunca deixou de acreditar que a UFPE estará sempre em boas mãos, atendendo a sua vocação histórica. Temos nove dias úteis para ganhar esta eleição”, disse ele, ao lado da sua candidata a vice-reitora, Florisbela Câmara.
 
O professor Edilson Fernandes, que chegou à Reitoria com sua militância logo em seguida, afirmou que está convicto de que vai ganhar no segundo turno, já que nenhuma eleição para reitor foi decidida num segundo pleito. “Chegarmos neste momento com mais de 20% dos votos, numa eleição com cinco candidatos, é uma honra e temos muito a agradecer a nossa militância”, destacou.
 
SEGUNDO TURNO – Na consulta em segundo turno com os dois candidatos mais votados, será considerado vencedor o candidato que obtiver maior número de votos válidos. Estas eleições ocorrerão no mesmo formato do primeiro turno.
 
Proclamado o resultado final da consulta e julgados todos os recursos pendentes, a Comissão Eleitoral elaborará um relatório final com a lista com até três nomes para cada cargo, de reitor e vice-reitor, na ordem decrescente do número de votos obtidos, ponderados individualmente, para a elaboração da lista tríplice pelo Colégio Eleitoral Especial. Esse relatório final será encaminhado ao presidente do Colégio Eleitoral Especial, constituído pelo Conselho Universitário. Ao final de todo o processo, o resultado da consulta, com a lista tríplice, será encaminhado ao Ministério da Educação para a nomeação do novo reitor.

Comentários desativados