Trabalho de aluno do mestrado profissional do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (CIn-UFPE), Zacharias Candeias Jr, rendeu uma publicação na European conference on e-government. Dos 74 artigos apresentados nessa conferência, apenas 11 foram escolhidos para ser publicado no Eletronic Journal on E-gov (EJEG), entre eles o de Candeias Jr. Além disso, uma versão estendida será publicada, em abril, na edição especial de E-government interoperability, enterprise architecture and strategies do Journal of Theoretical and Applied Electronic Commerce Research (JTAER), que possui citações ISI e Scopus.
 
O aluno foi responsável pela criação de uma ontologia de veículos baseada na lei (usando os códigos do Denatran, Detran e Contran). Ou seja, foi feita uma descrição semântica e formal de um domínio (no caso, o de veículos) que pode ser usado por programas de computador. Com a modelagem desta ontologia e o uso de raciocínio automático, foram descobertos vários problemas semânticos nas leis, como ambiguidades, especificações incompletas, falsos acordos de significado e até mesmo inconsistências, definições de subclasses de veículos incompatíveis com as definições das classes originais.
 
Na versão estendida, o trabalho de Candeias detalha o processo de engenharia de ontologias, seguido metodicamente com muito rigor em todos os seus passos pelo aluno, que proporciona aos leitores um bom exemplo de condução na elaboração de uma ontologia.
 
Segundo o professor do CIn-UFPE Fred Freitas, isso pode levar à criação de  sistemas com um papel ousado de checar a semântica das leis para ver se contêm erros semânticos. “Apesar de ainda não termos um protótipo do sistema, pretendemos continuar o trabalho construindo tal sistema e colocando-o à prova no futuro”, afirma o professor.

Comentários desativados