De acordo com a Organização Mundial de Saúde (WHO) as doenças negligenciáveis, infecções associadas a condições de vida precárias como a dengue, provocam de 500.000 a 1 milhão de mortes anualmente. O projeto do CIn intitulado de “Ontologias para doenças tropicais negligenciadas" recebe o pesquisador  Daniel Schober, da Universidade de Freiburg na Alemanha, para dar andamento a plataforma online(http://www.cin.ufpe.br/~ntdo/). A plataforma atua como uma ‘especialista’ nesses tipos de doença e serve de apoio à elaboração de políticas públicas.
As pesquisas se iniciaram em 2008 através da parceria entre o CIn, o Instituto de Pesquisa Aggeu Magalhães (FIOCRUZ) e a Universidade de Freiburg na Alemanha, financiadas pela agência espacial alemã DLR (Deutsche Luft- und Raumfahrt). O projeto atua em uma área ainda pouco visada tanto pela medicina, devido ao apoio reduzido por parte de países desenvolvidos à esse tipo de pesquisa, como pela própria informática médica.
Segundo o professor do CIn Fred Freitas, coordenador brasileiro do projeto, um sistema foi construído acessando dados de saúde pública e checando se os dados estavam semanticamente corretos de acordo com a precisa e detalhada descrição das doenças contida nas ontologias.  Ainda segundo ele, o sistema pode ajudar às Secretarias de Saúde Estaduais tomarem decisões em relação à saúde pública.
“A Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco tem se mostrado bastante interessada”, afirma o professor.
A equipe brasileira do projeto é formada pelo professor adjunto do CIn Fred Freitas; pela Profa. do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães Zulma Medeiros; pela Profa. Bernadette Lóscio do CIn, pelos mestrandos Rafael Barros, Roberta Fernandes, e pelo doutorando Felipe Santana, alunos do CIn.

Comentários desativados