Composto por alunos dos cursos de Engenharia e Ciência da Computação do Centro de Informática (CIn) da UFPE, o Economize, startup recém-incubada no C.A.I.S. do Porto Digital e participante do programa CITi Partner, foi premiado com o primeiro e o terceiro lugares no Desafio de Cidades Ecointeligentes. A premiação foi promovida pelo Porto Digital em parceria com as Secretarias de Ciência e Tecnologia (SECTEC) e de  Sustentabilidade e Meio Ambiente (SEMAS) de Pernambuco.
Os alunos Angelo Brito, Bruno Macena, Josiane Bezerra, Luiz Felipe Sotero, Paulo Borges e Sofia Galvão, que formam a startup, enviaram dois projetos: o Economize Industrial e o Economize Residencial, primeiro e terceiro lugares, respectivamente. Para Luiz Felipe Sotero, "o prêmio foi o reconhecimento de todo o trabalho que nós estamos fazendo desde a disciplina Projetão. Acreditamos que vai ajudar bastante a nossa empresa a se lançar de vez para o mercado e, em alguns meses, já poderemos encontrar um Recife mais eficiente."
 
Lançado durante a Campus Party, o Desafio teve o objetivo de incentivar o surgimento de empreendimentos com soluções estratégicas, capazes de impactar positivamente a sustentabilidade nas cidades. Vinte e nove projetos foram submetidos à comissão julgadora, dentre os quais os cinco melhores foram premiados. A entrega da premiação acontecerá no dia 27 de setembro, no Porto Digital.
 
Os projetos – Vencedor do primeiro lugar, o projeto Economize Industrial, torna o uso de energia elétrica mais eficiente em indústrias a partir de monitoramento, análise do consumo e gerenciamento dos recursos. Já o Economize Residencial, terceiro colocado, auxilia as pessoas a economizarem energia em suas casas através de monitoramento, automação, jogos e interação social.

Comentários desativados