Conseguir destaque numa seleção em meio a um grande volume de currículos nem sempre é uma tarefa fácil. Sobretudo para recém formados em busca do primeiro emprego. Pensando nisso, um grupo de alunos do Centro de Informática (CIn) da UFPE criou o Trainee World, serviço que pretende utilizar o conceito de vídeo currículo para facilitar o acesso do jovem ao mercado de trabalho.

Rafael Aguiar, Filipe Ximenes, Felipe Farias e Eduardo Rocha são alunos de Ciência e Engenharia da Computação e, juntos, desenvolveram o site que oferece a criação de um perfil profissional com espaço para o vídeo currículo, recurso que já é bastante utilizado em outros países e que vem engatinhando no Brasil. "O que hoje consta em um currículo comum é apenas informação técnica e cada vez mais as empresas vem buscando não só este perfil , mas o candidato que se adequa a cultura da empresa", conta Rafael Aguiar. 
A ideia do Trainee World é que o candidato possa criar um perfil profissional no site, que pode ser enviado junto com o currículo tradicional e, por meio do vídeo de um minuto, mostrar seu potencial  e apresentar o que considera de maior relevância em sua trajetória profissional.
Através do site, o usuário poderá se inscrever para uma vaga aberta, seguir uma empresa e receber as oportunidades dela ou ser selecionado para uma vaga baseado em seu perfil. O serviço é gratuito e o usuário pode fazer upload do arquivo, postar o link do youtube no sistema ou gravar diretamente no site, utilizando a plataforma de vídeo.
Para as empresas, o recurso pode representar uma economia de tempo e dinheiro no recrutamento de trainees e estagiários, uma vez que poderá utilizar o sistema para filtrar os candidatos cadastrados que não se adequam ao perfil da vaga sem a necessidade de entrevista.
Os criadores do projeto acreditam que o Centro de Informática não tem apenas o papel de ensinar tecnologias, mas de promover as relações sociais entre grandes mentes. "Para nós o verdadeiro valor do CIn, seja para pesquisa ou empreendedorismo, é juntar pessoas inteligentes com vontade de ir além", considera Aguiar. 

Comentários desativados