Estudantes do Centro de Informática (CIn) da UFPE participaram da competição proposta pela 8ª edição do Campus Mobile e formaram uma das equipes vencedoras na final do evento. O projeto AuTApp, desenvolvido pelos alunos Erick Almeida, Gabriela Alves e Laís Bandeira, foi campeão na categoria Saúde, anunciado na última etapa do Campus Mobile, ocorrido na terça-feira (05). O aplicativo desenvolvido pelo grupo tem o objetivo de conectar pais e terapeutas de forma a auxiliar no cotidiano de crianças que possuem o Transtorno do Espectro Autista. 

A solução criada pelos estudantes funciona como um diário para a criança autista, feito pelos pais e compartilhado com a equipe de terapeutas que a assiste, podendo auxiliar no planejamento da consulta, tornando-a personalizada com as dificuldades do dia a dia da criança. Como vencedores da categoria, a equipe poderá conhecer o Vale do Silício, na Califórnia, EUA, em data a ser confirmada, com imersão em algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, além de receberem uma quantia em dinheiro destinada para o aperfeiçoamento de seus projetos.

O programa Campus Mobile é um concurso de ideias e soluções para plataformas móveis realizado pela Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), com patrocínio do Instituto Claro e apoio da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Em sua oitava edição, os projetos foram divididos em seis categorias: Educação, Diversidade, Smart Cities, Smart Farms, Saúde e Games. Os alunos selecionados para participar da competição receberam, durante a realização do evento, uma tutoria de especialistas da área de inovação para o aperfeiçoamento dos projetos, como também uma semana presencial em São Paulo (SP), que contou com maratona de programação, palestras e oficinas para o desenvolvimento dos trabalhos.

Além da equipe vencedora, a UFPE ainda foi representada por mais três grupos nas diferentes categorias da competição. Confira abaixo mais detalhes sobre os projetos das equipes de Pernambuco:

Categoria saúde 

Projeto AutApp: O AutApp é um aplicativo que funciona como um diário para a criança autista, feito pelos pais e compartilhado com a equipe de terapeutas que a assiste. Ele pode auxiliar no planejamento da consulta, tornando-se personalizada com as dificuldades do dia a dia da criança. Ele faz parte do projeto AuTecla, em execução pela ESTUFA em parceria com a Fundação Altino Ventura

Equipe: Erick Almeida (CIn-UFPE) , Gabriela Alves (CIn-UFPE) , Laís Bandeira (CIn-UFPE)

Para mais informações acesse autecla.com.br

Categoria smart cities:

Projeto Caramelo: uma plataforma que conecta voluntários e projetos engajados na causa da proteção animal. Além de facilitar doações para projetos confiáveis, também é possível adotar um novo melhor amigo, tudo pelo aplicativo. O aplicativo já se encontra na playstore! bit.ly/2S6GvaK. Acompanhe a redes social do caramelo para saber das novidades e dicas sobre pets:

Instagram: https://www.instagram.com/carameloapp

Equipe: Iraline Nunes (CIn-UFPE),  Douglas Vasconcelos  (CIn-UFPE) e Jurandir de Castro (Neurotech)

Categoria smart farms:

Projeto Daqua  Soluções: Outro grupo que surgiu da ESTUFA, teve a ideia de juntar tecnologia e carcinicultura. O que resultou em um sistema que busca inovação na produção de camarões.  A ideia foi usar IoT para realizar medições e enviá-las para os criadores em tempo real, já que criar camarão exige monitoramento 24h da água.

Equipe: Luana Campos (CIn-UFPE), Daniel Carriço (CIn-UFPE) e Rafael Marinho  (CIn-UFPE)

Categoria games:

Projeto Lunette: neste jogo o jogador deve ajudar o pequeno Eli a restabelecer o equilíbrio dos planetas ao seu redor. O projeto busca trabalhar a percepção de uma criança sobre a maneira de lidar com os sentimentos e emoções. O lançamento do jogo Lunette está previsto para outubro de 2020 na Play Store, tendo em vista duas datas importantes, o dia mundial da saúde mental (10/10) e o dia das crianças (12/10).  Até lá é possível acompanhar o projeto pelo Instagram (@gamelunette), onde o grupo convida todos a se juntarem a essa jornada de criar um uma sociedade com mais crianças que entendem o que sentem e adultos que não tem medo de sentir.

Equipe: Elaine Cruz (CIn-UFPE), Nathália Sonatti (CAC)  e Luane Barbosa (CAC).

Comentários desativados