Pós-Graduação em Ciência da Computação – UFPE
Defesa de Dissertação de Mestrado Nº  1.938

Aluno: JOAO GUILHERME ALCÂNTARA CUNHA
Orientadora: Profa. Carina Frota Alves
Co-orientador: Prof. João Baptista da Silva Araújo Junior (Universidade Nova Lisboa)
Título: Investigando as Práticas de Engenharia de Requisitos em um 
Ecossistema de Startups
Data: 30/10/2020
Hora/Local: 14h – Virtual – http://meet.google.com/tiy-howp-eap
Banca Examinadora:
Profa. Carla Taciana Lima Lourenco Silva (UFPE / Centro de Informática)
Prof. Rafael Prikladnicki (PUC-RS / Departamento de Fundamentos da Computação.)
Profa. Carina Frota Alves  (UFPE / Centro de Informática)


RESUMO:

As startups de software desempenham um papel importante para promover a 
inovação, o crescimento econômico e a criação de empregos em uma região. As 
startups podem aumentar suas chances de prosperar se estiverem inseridas em 
um ecossistema de startups. Os atores de um ecossistema cocriam valor, 
compartilham recursos e apóiam a evolução próspera de seus pares. Nos 
últimos anos, as startups de software têm sido o foco de pesquisas 
intensivas pela comunidade de engenharia de software. Este trabalho   
apresenta os resultados de um estudo terciário com o objetivo de sintetizar 
os principais achados já publicados na literatura sobre como o processo de 
engenharia de requisitos é conduzido por startups. Como principal 
contribuição da dissertação, foi realizado um estudo de caso com startups 
baseadas no Porto Digital para investigar como elas conduzem suas práticas 
de requisitos e quais são os pontos de mudança que atuam como gatilhos na 
evolução de suas práticas de requisitos. O estudo de caso também forneceu 
evidências de como os atores do ecossistema em estudo contribuem com a 
evolução das startups. Os resultados confirmam o que tem sido publicado na 
literatura de que as startups adotam práticas de requisitos de forma 
flexível e informal. Em particular, foi observado que mesmo quando as   
startups aumentam a sua base de clientes, as práticas de requisitos 
permanecem bastante pragmáticas. Os resultados também mostram um novo 
achado que relaciona o envolvimento e participação das startups com outros 
atores do ecossistema local com as mudanças em suas práticas e seu 
crescimento de um modo geral.

Palavras-chave: startups engenharia de requisitos ecossistemas

Comentários desativados