Elaine Cruz e Morgana Galamba, estudantes dos cursos de ciência da computação e engenharia da computação do Centro de Informática (CIn) da UFPE, foram as grandes vencedoras do prêmio nacional de tecnologia promovido pelos institutos Não Aceito Corrupção e Jatobá junto com o Ministério da Justiça e Segurança Pública. As alunas desenvolveram o jogo virtual Antenou, que explica aos cidadãos as dinâmicas políticas sobre a resolução de problemas dentro de uma cidade. 

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a dupla criou o projeto de maneira totalmente virtual, cada uma em sua casa durante quatro dias, e apesar do curto período de desenvolvimento, o produto final realizado foi escolhido pelos jurados como o campeão dentre mais de 130 concorrentes de todo o país. Desta forma, o instituto pretende transformar o jogo em uma ferramenta disponível para o público de maneira gratuita. 

Elaine Cruz – Foto: Reprodução/TV Globo

Em entrevista ao G1, elas explicaram o funcionamento da plataforma. “O usuário vai caminhando pela cidade e, ao se deparar com problemas, como um buraco, ele mostra que não é uma função do vereador manter as ruas asfaltadas, por exemplo, então o usuário vai criando consciência do que, de fato, o vereador pode ou não estar prometendo”, contou Elaine.

Além disso, a questão de gênero também possui grande relevância para a conquista, dentre os 82 alunos ingressantes no curso de ciência da computação em 2019, apenas 21 são mulheres, o que representa menos de 30% dos discentes. 

Morgana Galamba – Foto: Reprodução/TV Globo

Comentários desativados