A doutoranda em Ciência da Computação pelo Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), Soraya Roberta, está participando da 1º edição do “Women in Tech LATAM Awards”, evento promovido pela Women in Tech, uma organização internacional sem fins lucrativos com a missão de diminuir a diferença de gênero e ajudar as mulheres a adotar a tecnologia. 

A cerimônia de premiação será realizada no dia 01 de setembro de 2022, no Rio de Janeiro, e contará com a participação de representantes de entidades do cenário nacional e global, como membros da ONU, Rayne Ferreti, da NASA, Christyl Johnson, e o Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim. Os vencedores em cada uma das categorias do LATAM WIT Awards concorrerão ao Global WIT Awards. A cerimônia possui oito categorias de premiação.

A doutoranda do CIn está sendo indicada na categoria “Aspiring teen award” (Jovem aspirante). Com uma vasta contribuição na área da tecnologia, Soraya já desenvolveu projetos como o Poesia Compilada, criado durante a sua graduação, que ensina crianças a programarem por meio de poemas. O PensaEJA, produzido em sua dissertação de mestrado para formar professores que atuam na Educação de Jovens e Adultos, integrando o método Paulo Freire de ensino ao Pensamento Computacional. Os guias do Pensamento Computacional para a família, que construiu durante o período de isolamento na pandemia. Além do podcast Making Art With Code, que conta histórias de pessoas que produzem arte com código. 

Soraya é natural de Jardim do Seridó – RN, e acredita que ser doutoranda em Ciência da Computação no CIn, programa com nota máxima na avaliação da CAPES, difunde o nome do Centro e mostra o que estamos produzindo em prol da sociedade. “Poder ser inspiração para outras meninas, principalmente as que são do interior, como é o meu caso, e querem entrar para algum curso da computação para seguir carreira na área como um doutorado, que desde o meu ensino médio no IFRN (Instituto Federal do Rio Grande do Norte) tornou-se um sonho de vida”, comenta.

Atualmente, Soraya está desenvolvendo sua tese de doutorado sobre estudos de Inteligência artificial aplicada ao discurso de ódio de cunho sexista. Orientada pelo Professor do CIn, Dr. George Darmiton e co-orientada pela Professora Dra. Márjory da Costa-Abreu, ela acredita fortemente que a arte e a educação aliadas à computação podem ajudar a vencer o ódio. “Construir uma tese sobre IA aplicada ao discurso de ódio e paralelamente desenvolver um podcast com arte e código sintetiza este meu sentimento. Era um sonho entrar para o CIn. Sou filha de mãe analfabeta funcional e de um pai que tem esquizofrenia, aluna de escola pública desde a infância, seridoense e potiguar, é grandioso ver que estou fazendo algo que sempre sonhei: um doutorado em computação no CIn da UFPE”, completa. 

As indicações estão sendo avaliadas pela organização do evento e os selecionados poderão compor a final para concorrer ao prêmio no Rio de Janeiro. Os vencedores locais irão concorrer com outros integrantes fora do Brasil e participarão do evento global em Dubai, em 13 de outubro de 2022.

Comentários desativados