Aumentar a produtividade e diminuir o tempo e o custo no desenvolvimento de softwares é o objetivo de um dos projetos do CIn aprovados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Coordenado pelo professor Paulo Borba, o trabalho receberá recursos para ser desenvolvido durante 36 meses e apresenta solução para o desafio número cinco, “desenvolvimento tecnológico de qualidade”, proposto pela Sociedade brasileira de Computação (SBC) em 2006.
 
Segundo o professor Sérgio Soares, um dos pesquisadores do projeto, a proposta é apoiar a evolução de linha de produto de software. “Queremos otimizar a produção de softwares semelhantes a partir da identificação das partes comuns destes softwares”, explicou Soares. Segundo ele, o CIn já possui outros trabalhos na área. 
 
Dos 20 projetos de grande porte aprovados no país, três são do CIn/UFPE, que foi a única instituição do Estado a obter aprovação na categoria. “Confiabilidade e Segurança em Software Crítico Embarcado”, sob a coordenação do professor Augusto Sampaio, “Um Sistema de Transporte Público Inteligente, Ubíquo e Sensível ao Contexto”, coordenado pela professora Ana Carolina Salgado e “Evolução Fidedigna de Linhas de Produtos de Software”, coordenado pelo professor Paulo Borba são os trabalhos do Centro. Todos são apoiados pelo (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Engenharia de Software (INES).

Comentários desativados