Desenvolvido para a Competição Intel de Sistemas Embarcados, o AmpliEdu visa tornar mais dinâmico o uso de projetores em diversos contextos. O projeto, desenvolvido por estudantes do Centro de Informática (CIn) da UFPE, foi criado a partir da observação que extensões e dispositivos para apresentações com projetores de imagens são largamente utilizados, indicando uma necessidade de se ter mais interatividade e usabilidade nesta área. 
 
O AmpliEdu tem como objetivo atender melhor estes requerimentos de plataforma com uma câmera e um projetor de imagens comum acoplados no sistema, e uma caneta. Usando técnicas modernas de visão computacional, o sistema detecta a posição da caneta em relação à tela projetada. A caneta pode, portanto, ser usada como um cursor no sistema computacional descrito, o que permite escrever na apresentação, salvar, e recuperar estas anotações. Adicionalmente, a caneta possui detecção de gestos, a fim de auxiliar em apresentações e permitir acesso a comandos rápidos no sistema. A plataforma foi desenvolvida pelos estudantes Djeefther Souza Albuquerque, Guilherme Praciano Karst Caminha, João Gabriel Machado da Silva e pela professora Edna Natividade Barros.
 
O projeto recebeu o 1º. Prêmio na Modalidade ATOM-FPGA na Competição Intel de Sistemas Embarcados de 2015.
 
 
Projeto será apresentado na II CIn Innovation Expo.
 
O AmpliEdu será um dos trabalhos apresentados na II CIn Innovation Expo, que será realizada no dia 2 de dezembro, das 9h às 17h, no quarto andar do Bloco E do Centro de Informática da UFPE. A mostra terá a apresentação dos trabalhos do Centro desenvolvidos para a Competição Intel de Sistemas Embarcados (projetos que aplicam Internet of Things em simplificação de processos, redução de custos, análise em tempo real ou monitoramento remoto) e também os trabalhos desenvolvidos na disciplina de Projetão (Projeto Co-Desenvolvimento Hardware-Software).
 

Comentários desativados