O mestrando do Centro de Informática (CIn) da UFPE, Milton Gama Neto, conquistou a segunda colocação nacional no EY NextWave Data Science Challenge e 25º lugar global. Dessa forma, ele está classificado para a última fase do desafio, que ocorrerá no dia 01 de junho em São Paulo e definirá o ranking final a partir da apresentação da metodologia aplicada no desafio. A competição da EY, uma dez maiores empresas de serviços profissionais do mundo, apresentou mais de 4.500 inscritos de 15 países. O desafio foi utilizar habilidades técnicas na área de ciência de dados para analisar problemas reais e encontrar soluções que auxiliassem na construção de um melhor mundo do trabalho. 

Os participantes tiveram de 01 a 10 de maio para finalizar o desafio e competiram ao mesmo tempo nacionalmente e globalmente. Milton explica como funcionou a competição, “a primeira fase durou aproximadamente um mês. Exigiu bastante esforço e dedicação, mas foi muito empolgante. Os dados disponibilizados estavam em um formato mais primitivo, apenas uma amostra disponibilizada sem tanto tratamento, a partir disso, eu realizei toda etapa de manipulação dos dados, preparação e transformação, para que os dados ficassem na granularidade ideal e com os atributos gerados por mim. O nome condiz muito com o que foi a competição, pois envolveu muito o trabalho de cientista de dados, e não apenas de aplicação de Machine Learning. O conjunto de dados inicial tinha 11 atributos e no meu dataset final tinha aproximadamente 600 atributos. Depois disso, apliquei algoritmos de machine learning para classificação”.

Para Milton Gama Neto, a conquista significa que ele ainda tem o que aprender, mas está no caminho certo. “Foi minha primeira competição pública de Data Science e Machine Learning, e estou muito feliz com o resultado. A satisfação é grande pela dedicação que tive neste desafio, ficar entre as primeiras posições na fase nacional e atingir uma boa colocação global é muito gratificante. Cada dia eu gosto mais dessa área e procuro aprofundar meus conhecimentos”

Comentários desativados