O Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi a instituição selecionada pelo Ministério da Educação (MEC) para realização de projetos que visam beneficiar a rede de ensino nacional por meio de convênio. Um destes projetos em andamento é o desenvolvimento da nova versão do aplicativo Clique Escola. Criado para dar transparência a dados educacionais e financeiros das mais de 180 mil escolas públicas e privadas de educação básica do país, o aplicativo receberá melhorias de desempenho e novas funcionalidades.

O Clique Escola é uma importante ferramenta de empoderamento social por meio do qual gestores, diretores, professores, estudantes e cidadãos podem acompanhar a situação da educação básica do país. Desta forma, a renovação do aplicativo visa ampliar a gama de dados disponíveis na ferramenta, aperfeiçoar os serviços já disponibilizados e criar formas de interação.

“Nesta segunda versão, nós melhoramos a experiência das pessoas que terão melhor acesso aos dados educacionais, criamos um espaço de colaboração, onde diretores e gestores das instituições de ensino conseguem trocar experiências entre si, além de desenvolver uma área de divulgação dos projetos das escolas”, destaca o professor Alex Sandro Gomes, coordenador do projeto.

As informações contidas no app são extraídas de bases do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e do IBGE. O aplicativo também tem a função de ser um canal de comunicação do MEC para com as instituições de ensino.

De acordo com Alex, a atualização realizada pelo CIn ampliará as possibilidades de colaboração entre diferentes atores, onde a participação de diretores é considerada, e a colaboração entre gestores e conselheiros educacionais serão viabilizadas em futuras versões do aplicativo. “O diferencial do Centro de Informática para este projeto foi fazer um trabalho etnográfico e o processo de Design que envolveu diretores de escolas para criar funcionalidades que fizessem sentido para eles. Para descobrir quais funcionalidades, nós fizemos uma análise de conversas com diretores de diferentes locais e situações do Brasil”, pontua o professor.

O projeto teve início em 2020 e segue com previsão de lançamento da nova versão ainda este mês de outubro. A versão atual do aplicativo está disponível nas lojas Google Play e App Store. A iniciativa é coordenada pelos professores do CIn Alex Sandro Gomes e Ricardo Massa e conta com a participação de alunos do Centro de Informática (CIn) e Centro de Artes e Comunicação (CAC) da UFPE.O desenvolvimento da atualização é realizada no V-Lab UFPE, do CIn.

Comentários desativados