Os alunos do Centro de Informática (CIn) da UFPE  juntaram arte e tecnologia para tentar conquistar mais um prêmio internacional. Dessa vez, três trabalhos elaborados no CIn foram selecionados para a fase final do FILE PRIX LUX, premiação do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, o FILE.

 
Os ganhadores serão escolhidos por uma banca de jurados, mas os premiados com a ‘menção honrosa’ do FILE PRIX LUX serão escolhidos pelo voto popular, por meio do sitehttp://www.fileprixlux.org. Nesse site os interessados podem ver detalhes dos projetos aprovados para a fase final e votar em um dos três trabalhos feitos pelos estudantes e egressos do CIn. Para apoiar os pernambucanos, basta encontrar a foto com a discrição do projeto e clicar em ‘votar’.  
 
Os alunos da graduação do CIn Jerônimo Barbosa e Filipe Calegario criaram o Marvim Gainsbug, que concorre na categoria DIGITAL LANGUAGE. Já na categoria INTERACTIVE ART, o ex-aluno de graduação e mestrado Jarbas Jácome elaborou o Vitalino, uma instalação na qual o visitante pode fazer uma escultura digital. Concorre na categoria ELECTRONIC SONORITY o projeto METROBANG, do aluno de mestrado Ricardo Brazileiro.
 
“Apesar do elevado nível da concorrência, pretendemos trazer ao menos uma menção honrosa para o CIn. Para isso, precisamos fazer com que as pessoas tomem conhecimento desse inédito feito e escolham seu projeto favorito no site do prêmio, que promete premiar com uma menção honrosa o projeto com maior número de votos”, disse Jerônimo Barbosa.
 
SOBRE O PRÊMIO – Desde 2000 o FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica – constitui uma plataforma interdisciplinar internacional para incentivar o desenvolvimento de projetos inovadores e criativos na área das artes e das tecnologias. O FILE é uma organização cultural sem fins lucrativos que viabiliza uma reflexão sobre as principais questões do contexto eletrônico-digital contemporâneo mundial. Em 2010, o FILE irá contemplar os projetos inscritos com um prêmio internacional em dinheiro.

Comentários desativados