Uma rede social online voltada para os “concurseiros de plantão”. Isso mesmo. O AtéPassar vem socorrer os interessados em passar em concursos públicos, com ferramentas de gerenciamento de plano de estudos, onde é possível organizar as horas de estudos por disciplinas, por exercícios resolvidos, além de estabelecer metas, acompanhar o seu desenvolvimento pessoal através de relatórios e gráficos, e estar em rede buscando o conhecimento e a troca de informações com diversos usuários. O projeto conta com a participação de alunos de pós-graduação do Centro de Informática (CIn) da UFPE, Rafael Carício e Marcel Caraciolo.
 
AtéPassar foi inaugurada no início de 2010 e  pretende alcançar os 100 mil usuários espalhados por todo Brasil até janeiro de 2011. A rede montou também uma loja virtual (http://loja.atepassar.com), onde vendem produtos para os concurseiros como vídeos-aulas, com tecnologia em formato HD (alta definição) e com professores da rede IDAJ, empresa pernambucana focada em cursos preparatórios para exame da OAB e concursos públicos.
 
Uma das exclusividades é um banco de dados com milhares de questões de concursos públicos anteriores, podendo ser resolvidas por disciplinas, por bancas organizadoras, ou até mesmo por cargo, obtendo estatísticas detalhadas do seu desempenho na realização destas questões.
Há possibilidade, inclusive, de se montar grupos de estudos abertos para que cada usuário possa participar ou criar novos grupos de seu interesse. Outras ferramentas interativas para divulgação de conhecimento são disponíveis como o Blog dos Concurseiros e o compartilhamento de ideias, links, vídeos ou notícias instantâneas.
 
Atualmente, a AtéPassar é desenvolvida por Marcos Campelo (Co-Fundador); Rafael Carício (Co-fundador, Gerente de Tecnologia do AtéPassar e Aluno de Mestrado do CIn); Romero Britto (Gerente de Projetos do AtéPassar); Marcel Caraciolo (Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento e Aluno de Mestrado do CIn); e Bruno Coutinho (Gerente de Negócios).
 
Site: http://atepassar.com

Comentários desativados