A disciplina de Computação Musical entrará no currículo acadêmico do Centro de Informática (CIn) da UFPE e alunos do Centro poderão cursar a nova modalidade a partir do próximo semestre (2021.2). Ministrada pelo professor do CIn Giordano Cabral, a disciplina visa tratar não só de assuntos mais aprofundados relativos a áudio e música, mas também abordar de forma mais abrangente conteúdos sobre arte, tecnologia e criatividade.

O CIn é uma das poucas instituições de ensino superior no país a ofertar uma disciplina isolada sobre Computação Musical e dispõe de três docentes especializados sobre o assunto, o que torna o Centro um lugar ideal para o estudo da área.

A disciplina irá oferecer aos alunos a possibilidade de complementar seus conhecimentos relativos à natureza da forma sonora, aos algoritmos para a síntese e processamento de sons digitais, e às técnicas de representação e manipulação de informações musicais. 

Pioneirismo: O CIn-UFPE também foi o primeiro Centro do Brasil a ofertar as disciplinas de Jogos Digitais, Criatividade computacional e Introdução a multimídia.

O professor Giordano Cabral explica a relevância da inserção de disciplinas fora do padrão na graduação no currículo acadêmico do Centro: “Estas disciplinas permitem tocar o lado criativo da nossa atuação profissional, já que somos seres criativos e a computação também é uma atividade criativa. São assuntos que permitem que a gente trabalhe com a arte, com maneiras de se expressar, então é muito importante inserir matérias que nos façam desenvolver resultados finais mais interessantes e de acordo com nossos gostos”, revela. 

Comentários desativados