O HackaGTP+ se propõe a desafiar os participantes a trazerem soluções inovadoras para a ONG e as pessoas acolhidas pelo espaço. Inscreva-se até o dia 21 de agosto!

O HackaGTP+ é um Hackathon de Inovação Social Inclusiva que busca auxiliar o GTP+, uma ONG que tem atuação voltada para pessoas que vivem com HIV. O evento, que acontecerá nos dias 2, 3 e 4 de setembro no Apolo 235 – Porto Digital, se propõe a desafiar os participantes a trazerem soluções inovadoras para o GTP+ e as pessoas acolhidas pelo espaço. Além dos desafios, haverá também workshops do Sebrae sobre Design Thinking, Modelo de Negocios e como construir um pitch.

As inscrições iniciaram nesta terça (02) e seguirão até o dia 21 de agosto. Os estudantes interessados devem ser, preferencialmente, de áreas ligadas à inovação em tecnologia da informação (Ciência e Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Design, Administração, entre outros) e profissionais do mesmo setor. As duas equipes vencedoras receberão até R$ 22.500,00 por equipe (máximo de 5 pessoas), distribuídos em bolsas de inovação por 6 meses. Será necessário que todos os grupos tenham como integrante ao menos uma pessoa atendida pelo GTP+ ou voluntária da instituição. 

O desafio proposto aos participantes é o da criação de soluções tecnológicas (aplicativo Web ou Mobile) que alavanquem negócios ou novos modelos de negócio dentro de uma das temáticas trabalhadas na ONG, como a Cozinha Confeitaria Escola e o Espaço Posithivo. As soluções geradas poderão ser exploradas comercialmente pelas equipes vencedoras em parceria com o GTP+.

O programa de bolsas oferecido às equipes vencedoras estará condicionado ao compromisso com a continuidade do projeto ao longo de 6 (seis) meses e à participação no programa de formação em empreendedorismo e inovação através do Mind the Bizz, do Porto Digital.

O hackathon é parte do projeto “Processo de inovação social aberta para desenvolvimento de soluções tecnológicas inclusivas e competências empreendedoras em pessoas soropositivas”, financiado pelaFACEPE e coordenado pelo prof. Kiev Gama. O evento constitui a segunda etapa do projeto, para captar equipes inovadoras que queiram propor e desenvolver soluções tecnológicas inovadoras no contexto o GTP+, visando trabalhar uma vertente empreendedora em parceria com a ONG. Na primeira etapa,  ao longo de 6 meses a equipe do projeto identificou as duas áreas temáticas que mais necessitam de inovação tecnológica e mapeou os principais problemas que serão detalhados para os participantes ao longo do evento. A terceira e última etapa envolve 6 meses, com apoio do Porto Digital através do programa Mind the Bizz e a mentoria da equipe do projeto. Além do prof. Kiev Gama, a equipe é composta também pela profa. Candy Laurendon (Centro de Educação) e pelos parceiros externos George Valença (UFRPE) e Clarissa Barros (FPS). O time conta ainda com alunos bolsistas de Psicologia, Design e Ciência da Computação, todos alunos da UFPE. 

Para se inscrever, conferir o edital e saber mais sobre o Hackathon, acesse o site https://hackagtp.cin.ufpe.br/. Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail hackagtp@cin.ufpe.br.

Comentários desativados