O ano de 2011 guarda um grande desafio para alguns estudantes do Centro de Informática (CIn) da UFPE. Em fevereiro, Pedro Bello, Filipe Melo, Luiz Afonso Silva e Pablo Pinheiro, que compõem a equipe Razão Cruzada, embarcam para o Egito para participar da etapa mundial da XV Maratona de Programação, na qual competem mais de cem grupos de diversos países. Na fase nacional da competição, o time do CIn conquistou, pelo terceiro ano consecutivo, o 1º lugar entre os competidores brasileiros.

 
Dessa vez, o título de melhor do país foi disputado por 51 times em Joinville, Santa Catarina, no dia 23 de outubro. Os integrantes da Razão Cruzada estavam sob a liderança de Pedro Bello, estudante do 10º período do curso de Engenharia da Computação, que integrou as equipes campeãs do CIn nos dois últimos anos. “Dessa vez quero trazer uma medalha para o Brasil. Para isso, temos que ficar entre os 12 melhores do mundo”, contou Pedro. Na última edição da Maratona, ele chegou perto. A equipe que integrava ocupou a 14ª posição mundial e o 1º lugar entre as sul-americanas.
 
A experiência de Pedro na competição vai ajudar a Razão Cruzada a alcançar esse resultado. Apesar de jovem, o estudante é respeitado na área. Ele já ministrou curso de programação no Peru e no próximo janeiro é quem vai treinar as equipes brasileiras para a final mundial no Egito. O treinamento será na Universidade de São Paulo (USP).
 
A coordenadora das equipes do CIn,  a professora Liliane Salgado, está confiante e acredita no diferencial apresentado peles seus times. “Além da dedicação dos estudantes, que treinam 20 horas por semana, sendo cinco horas todo sábado, ainda temos o nível acadêmico de nossos professores e a ampla estrutura dos laboratórios”, revelou a coordenadora. Para ela, a participação na Maratona contribui decisivamente para a formação do aluno e tem um enorme peso no currículo profissional, pois a competição já é reconhecida por diversas empresas da área de computação.
 
A Maratona de Programação é realizada pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Desde 1996, a competição vem desafiando estudantes e selecionando-os para as finais mundiais do concurso de programação da Association for Computing Machinery (ACM) International Collegiate Programming Contest (ICPC). Um concurso que abrange quase 2 mil universidades de 80 países. Desde o início da Maratona a UFPE já conquistou seis títulos de campeã nacional.
 
Como bem sabe Liliane, a Maratona vem conquistando crescente prestígio e respeito de grandes empresas, como a Google, a Facebook, a Microsoft e a Sansung. Os maratonistas que se destacam têm grandes chances de alcançar espaço nessas corporações. Um exemplo recente foi o dos estudantes do CIn, Maíra Tavares e Vitor Medeiros, que depois de participar da competição, estagiaram três meses na Facebook. No final do ano, quando conclui a graduação, Maíra já será contratada para integrar o quadro de profissionais da empresa e Victor vai estagiar por mais um período.
 
Vamos Simbora! – Outro time do Centro, composto pelos estudantes José Augusto Junior, Renan Pires e Renato Parente, também participou da fase nacional da Maratona e conquistou a 13ª colocação.
 
Maratona 2011 – Em 27 de novembro, serão conhecidas as novas equipes que representarão o CIn na próxima edição da Maratona de Programação. Desde 30 de outubro, os estudantes estão sendo selecionados.
 
 

Comentários desativados