O professor do Centro de Informática (CIn) da UFPE, Stenio Fernandes, teve o projeto de pesquisa “Avanços em Mineração de Dados com Aplicações em Redes de Comunicação e Dados Espaço-Temporais: Mobilidade de Estudantes e Pesquisadores” aprovado pelo Programa Capes-DFAIT, programa de apoio às pesquisas colaborativas em parceria entre Brasil e Canadá. As atividades do projeto se iniciarão em setembro.
O estudo concentra-se na área de Ciência da Computação, focando mais precisamente em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), dentro do contexto de pesquisa científica em Aprendizado de Máquina e Mineração de Dados aplicados em dois domínios: Redes de Computadores (Identificação e Classificação de Tráfego em Redes de Alta Velocidade) e Serviços e Sistemas de Informações Geográficas (Gerenciamento de Dados Espaço-Temporais na área Pesqueira).
“Pesquisas avançadas na área de aprendizado de máquina e mineração de dados, em suas diversas áreas de aplicação, têm um potencial enorme de transferência de tecnologia e comercialização em ambos os países. Espera-se que os resultados das pesquisas desenvolvidas neste projeto sejam relevantes tanto do ponto de vista científico quanto no aspecto de desenvolvimento tecnológico em produtos e serviços de TIC.”, explica Stenio Fernandes, coordenador do projeto.
Com duração de 2 anos, este projeto irá financiar 5 alunos de doutorado do CIn para aprimorar suas pesquisas na Universidade de Ottawa por períodos de 6 meses. “Do lado canadense, o Prof. Stan Matwin terá a possibilidade de financiar 3 alunos de doutorado para passar também um período de 6 meses em Recife, para aprofundamento de seus trabalhos, nas áreas definidas no projeto”, conta Fernandes.
Esse tipo de parceria entre grupos de pesquisa brasileiros e canadenses irá promover e apoiar novas oportunidades de parcerias internacionais de pesquisa em ambas as instituições. “Com isso vai ser possível melhorar o ambiente de aprendizagem para alunos de doutorado, proporcionando-lhes acesso total ao estado-da-arte em conhecimento e ambientes de pesquisa, bem como expô-los a uma variedade de possibilidades de aplicação de tecnologias pioneiras.”, diz Stenio.


Programa Capes-DFAIT –
Consiste de projetos conjuntos de pesquisa em todas as áreas do conhecimento para fortalecer a colaboração entre pesquisadores brasileiros e canadenses e estimular a mobilidade acadêmica em nível de doutorado-sanduíche. No Brasil, a entidade responsável pelo programa é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes e no Canadá, o Ministério das Relações Exteriores e de Comércio Internacional do Canadá (DFAIT), sendo a implementação realizada em parceria com o Canadian Bureau for International Education (CBIE).

Comentários desativados