Os alunos do 5º período do curso de Ciência da Computação do Centro de Informática (CIn) da UFPE, Larissa Paz, Diogo Ribeiro, Débora Correia, Gabriel Barreto, Thalles Cézar, Wellton Thiago, Álvaro João, Jéssica Barbalho, Renato Oliveira, Húgaro Bernardino, Jaçã Vinícius, José Carlos, Renato Moura, Cynthia Raphaella e Eduardo Melo, criaram, durante a disciplina Projeto de Desenvolvimento – Projetão, a empresa fictícia Mutua e desenvolveram o programa Fiscalize.

O projeto destes alunos
é um sistema colaborativo que pretende facilitar a comunicação entre a população e o poder público, de forma que torne mais transparente a fiscalização das obras públicas. “Quando notarem alguma irregularidade ou precisarem de uma obra específica, as pessoas poderão avisar aos gestores públicos. E estes, sempre que possível, darão prioridade as solicitações da população”, explica Larissa Paz, gerente de Projetos da empresa.O Fiscalize conta com duas versões, um portal web e um aplicativo para dispositivos móveis (compatível com Android 2.1 ou superior). Mas por enquanto ainda não está disponível em nenhum lugar público.
Para Larissa, a disciplina “Projetão” proporciona aos alunos a oportunidade de conhecer novas tecnologias, entender o funcionamento de uma empresa e também lidar com opiniões diferentes. “Boa parte da equipe nunca havia trabalhado com a linguagem de programação, framework ou sistema operacional usados no projeto e tivemos que nos adaptar a essas tecnologias. Nós aprendemos a conviver com pessoas diferentes, a respeitar a dificuldade delas e até mesmo aprender com isso. Tivemos que cumprir horários e sofrer as consequências de um atraso, tomar decisões e nos responsabilizarmos por cada uma delas”, conta.

Comentários desativados