O desafio do concurso "Vivo Hackathon" da Campus Party 2012 era criar aplicativos inovadores para dispositivos móveis. E os integrantes do grupo de pesquisa GRVM do Centro de Informática (CIn) da UFPE desenvolveram o “Luz, Câmera, Libras” e foram os vencedores da categoria Acessibilidade (multiplataforma). O concurso contou com mais duas premiações nas categorias Apps com temática livre desenvolvidos nas plataformas Bluevia (desenvolvedores profissionais) e Vivo Meu App (leigos).
 
Os aplicativos do tema acessibilidade são desenvolvidos pensando na inclusão e melhora da qualidade de vida das pessoas com deficiência e daquelas que precisam de algum tipo de adaptação para a realização das tarefas cotidianas.
 
“Luz, Câmera, Libras” é um jogo que aumenta o interesse entre as pessoas pela Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). “O jogo permite que ouvintes e não-ouvintes aprendam mais facilmente a língua de forma lúdica”, explica a professora e coordenadora do GRVM, Judith Kelner. Através de uma mecânica semelhante a um jogo de Imagem e Ação, jogadores interagem gravando sinais de LIBRAS e enviando a seus oponentes para que eles adivinhem o significado do gesto.
 
Os responsáveis pela criação do jogo são Aline Silveira (Mestranda em Design), Crystian Leão (Mestre), Daliton (Mestre), Guilherme Moura (Doutorando), João Marcelo Teixeira (Doutorando) e Lucas Tenório (Graduando). 

Comentários desativados