A iniciativa Sebrae Open Innovation, do Porto Digital, teve início em março deste ano com a abertura do seu primeiro ciclo de inovação, composto por quatro fases. Durante a segunda etapa do evento, a equipe de professores do Centro de Informática (CIn) da UFPE, trabalha no desenvolvimento de uma plataforma que busca incentivar a prática empreendedora em jovens universitários de Pernambuco. Em conjunto com a Joy Street, responsável pelo ambiente virtual, a equipe do Centro foi selecionada para a fase 2 da iniciativa do Sebrae Pernambuco. Desta forma, o projeto está em desenvolvimento como proposta para a solução do Desafio 5 (Conquista do Mindshare do Jovem) da iniciativa de inovação.

Liderado pelos professores do CIn Cristiano Araújo e Geber Ramalho, junto com o professor Luciano Meira, do departamento de psicologia da UFPE, a iniciativa objetiva aplicar o método da disciplina Projeto de Desenvolvimento, comumente conhecida como “Projetão”, em escala por meio da plataforma Apta, desenvolvida pela Joy Education. Tendo como público-alvo estudantes do ensino superior do estado que desejam ter uma experiência empreendedora, o grupo do CIn ficou responsável pela elaboração do conteúdo do projeto, idealizado pelos professores da disciplina. 

O grupo desenvolve um programa de aprendizagem gamificada, online e assíncrona para o desenvolvimento de projetos de inovação, com base na metodologia da disciplina, articulado com um torneio de pitches para novos negócios nos estágios de ideia ou solução com ênfase no engajamento escalável de milhares de jovens. Além disso, o projeto também conta com a participação de professores dos departamentos de design e química da Universidade para criar uma experiência multidisciplinar de ensino online.

A segunda fase da Open Innovation, etapa atual, é referente a prototipagem do projeto. Ao final das quatro fases do ciclo, a expectativa é de investir em soluções para Evolução e Go-To-Market dos produtos de inovação. Mais informações sobre o programa podem ser acessadas no site do Sebrae.
 

Sobre o Projetão: A disciplina estimula o espírito empreendedor entre os alunos da graduação ao propor a criação de uma startup e a desenvolver sistemas multidisciplinares, dividindo as responsabilidades de uma empresa real. O resultado é que muitos projetos iniciados no curso são levados para fora da sala de aula.

Comentários desativados