Unir educação e diversão em jogos de aplicativos se tornou uma especialidade para o aluno do curso de Engenharia da Computação do Centro de Informática (CIn) da UFPE Hugo Lispector. O game “Aeronaut”, desenvolvido pelo estudante que também faz parte do Programa de Extensão Apple Developer Academy UFPE, traz a proposta de oferecer ao jogador uma experiência de aventura ao mesmo tempo em que aborda conceitos sobre pilotagem de balões de ar quente através de simulação física. 

Inspirado em suas descobertas sobre as formas de pilotagem do mais velho veículo aéreo da humanidade, o jogo ensina aos usuários de forma lúdica a como conduzir um balão. “Eu achava que balões de ar quente podiam apenas subir ou descer sem nenhum controle de direção, mas descobri que os balonistas utilizam ventos em diferentes altitudes para guiar o veículo para onde desejam ir. Achei esse conceito muito bacana e comecei a construir o jogo em cima disso”, compartilha o estudante.

O aplicativo, que está disponível gratuitamente na Apple Store, é jogado apenas com um botão em sua interface que controla o “queimador” do balão conduzido pelo usuário. Quando o jogador pressiona o botão o balão sobre, quando o controle é solto, o balão desce. São 36 níveis onde o desafio é levar o veículo até uma plataforma de pouso utilizando as correntes de ventos dos planetas ao redor. Durante o gameplay, os usuários vão encontrar níveis com planetas coloridos, obstáculos perigosos e coletáveis que criam uma experiência divertida e relaxante.

Desenvolvido como projeto para competir no desafio global Swift Student Challenge 2021, idealizado pela Apple, o jogo Aeronaut foi um dos 350 campeões do evento, que contou com a participação de estudantes do mundo todo. Hugo e outros 10 estudantes do Centro compõem a lista dos 35 vencedores brasileiros do ensino superior que conquistaram o título na competição.

A conquista em um evento desse escopo não é novidade para o aluno do CIn. Essa já é a terceira vez que Hugo compõe a concorrida lista de vencedores, sempre com jogos que giram em torno de simulações físicas com valor educativo. “Eu me senti muito agradecido por ter um playground selecionado pela Apple pela terceira vez. Devo muito aos colegas e organizadores da Apple Developer Academy pelos ensinamentos não apenas na área de computação, mas também em design e criação de produtos. Também sou muito grato a vários professores do CIn que foram essenciais na minha formação”, finaliza Hugo.

Em 2018, ele foi campeão com o projeto “Aster”, jogo no qual usuários devem controlar um foguete pelo espaço utilizando a gravidade dos planetas ao redor. Já em 2019, a conquista veio por meio do jogo “Swift as the Wind”, no qual o jogador deve velejar utilizando a força do vento e propõe o ensino de como barcos sem motor conseguem viajar contra o vento, apenas ajustando a sua vela e direção de viagem. Ambos os aplicativos estão disponíveis na Apple Store gratuitamente.

Comentários desativados