A primeira etapa da 26ª Maratona de Programação, que aconteceu em formato virtual no último dia 30 de outubro, rendeu resultados de destaque para os times representantes do Centro de Informática (CIn) da UFPE. Com seis equipes participantes ao todo, o CIn vai estar presente, por meio do time “Amigos do Yuki”, na etapa final brasileira, que será realizada entre os dias 31 de março e 2 de abril de 2022 na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. O grupo, composto pelos estudantes Bezaliel Silva, Gabriel Pessoa e Ícaro Guerra, alcançou a sétima colocação do ranking nacional, ficando empatado em número de problemas solucionados com o segundo lugar.

Outras três equipes vinculadas ao CIn figuraram no Top 40 nacional: o time “O(Confia)”, dos estudantes Edson de Melo, Gabriel Meireles e Leonardo Silva, obteve a 26ª colocação; o time “2 Victors e um PNC”, dos estudantes Pedro Coutinho, Víctor Silva e Victor Gaudiot, alcançou a 37ª colocação; e o time “Coda tu que eu tô cansado”, dos estudantes José Cruz, Ricardo Fagundes e Mateus Loureiro, ficou na 39ª posição. Participaram ainda da disputa os times “O(AC)”, dos estudantes Kennedy Melo, Igor Simões e Gabriel Cavalcanti, que obteve a 99ª colocação, e “if(){};”, dos estudantes Allan Vasconcelos, Gabriel Oliveira e Jeferson Araujo, que atingiu a 133ª colocação.

A primeira fase da edição 2021 da Maratona de Programação contou com a participação de 534 times, oriundos de 127 instituições brasileiras, espalhados por todo o território nacional. Em razão da pandemia da Covid-19 e suas consequentes restrições sanitárias, a etapa inicial foi realizada em formato online, assim como no ano passado. No CIn, os trabalhos de preparação para torneios deste tipo são realizados pelo MaratonaCIn, time de programação competitiva coordenado pelo professor Nivan Ferreira. Por meio de treinamentos e simulações, os estudantes escolhidos através de uma seletiva anual são confrontados com situações semelhantes ao contexto de uma competição real. A excelência do trabalho já rendeu ao time o status de maior campeão no país, com 9 títulos nacionais, um título latino-americano, além de uma grande quantidade de medalhas.

Sobre a Maratona de Programação: Organizado desde 1996 pela Sociedade Brasileira de Computação, o evento anual faz parte da regional sulamericana do International Collegiate Programming Contest. É destinado a estudantes de cursos de graduação e início de pós-graduação na área de Computação e afins (Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática, etc) e busca promover nos estudantes a criatividade, a capacidade de trabalho em equipe, a busca de novas soluções de software e a habilidade de resolver problemas sob pressão. Os times são compostos por três integrantes, que tentarão resolver durante um determinado tempo o maior número possível dos problemas que são entregues no início da competição.

Comentários desativados