Os cursos de Ciência da Computação e Engenharia da Computação do Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) receberam cinco estrelas na classificação do Guia do Estudante, almanaque anual da Editora Abril sobre as graduações do país. A nota máxima vem confirmar a excelência do CIn na formação de seus alunos, que são estimulados a desenvolver grandes projetos com aplicações sociais.
 
A avaliação do Guia do Estudante começa com a atualização dos dados de cada uma das instituições de ensino superior do país, realizada anualmente entre janeiro e março. Com essas informações, a equipe seleciona os cursos que atendem a dois pré-requisitos: ter a titulação de bacharelado (exceto Pedagogia e Educação Física, das quais são consideradas prioritariamente as licenciaturas) e possuir turma formada há pelo menos um ano.
 
Então, os coordenadores dos cursos são chamados a preencher um questionário eletrônico para disponibilizar informações específicas da graduação, como titulação do corpo docente e produção científica. Embora não entre na pontuação do Guia, os dados servem como auxiliares no processo de avaliação. O corpo de pareceristas é formado por mais de dois mil professores, coordenadores de cursos e avaliadores do MEC, sendo priorizados consultores que possuíam currículo cadastrado na Plataforma Lattes.
 
A terceira fase é a atribuição dos conceitos, entre maio e julho. A distribuição dos cursos aos avaliadores é feita eletronicamente e de forma aleatória, mas prioritariamente cada consultor recebeu os cursos da mesma região onde leciona, exceto os da instituição em que lecionam. Ao final de várias entrevistas, o material é coletado e encaminhado ao Ibope Inteligência, responsável pela consultoria técnica na coleta, sistematização e análise de dados.
 
O curso de bacharelado em Ciência da Computação foi criado em 1974 e atualmente oferece 50 vagas por semestre. A duração é de 4 anos e meio, com carga horária total de 3.495 horas. Já o curso de Engenharia da Computação, criado em 2002 e com o mesmo número de vagas, dura 5 anos. Ambos têm diversas disciplinas que provocam um espírito empreendedor nos jovens, tendo muitos alunos e ex-alunos fundado empresas próprias. Além disso, a UFPE tem convênio com 34 instituições estrangeiras para intercâmbio, proporcionando aos alunos – que podem concorrer a bolsas de estudos, inclusive – oportunidades fora do país.

Comentários desativados