O Centro Integrado de Tecnologia da Informação (CITi), empresa júnior do Centro de Informática (CIn) da UFPE, representou Pernambuco no Encontro Mundial de Empresas Juniores (JEWC), ocorrido entre os dias 06 e 10 de agosto em Paraty, Rio de Janeiro. O CITi  conquistou o primeiro lugar no prêmio Grandes Sonhos da AMBEV e ficou entre as três melhores empresas na competição de cases, com o seu  case de sucesso Startups, junior enterprise and the connections that move the world.
O CITi contou com apresentações em inglês,  por Alexandre Cisneiros para o prêmio AMBEV, e em português, por Edemilson Dantas e Luiz Felipe Sotero para a categoria de projeto externo.
Em virtude do primeiro lugar no prêmio Grandes Sonhos da AMBEV o CITi ganhou dez mil reais em livros para o Centro de Informática (CIn). Na competição de cases, disputou com outras 80 práticas ficando entre as três melhores empresas do evento.  Este resultado estreita o laço entre a universidade e o movimento empresa júnior, cujos esforços visam impactar positivamente a sociedade através da educação e espírito de liderança.
Além do ambiente corporativo e enriquecedor gerado pelos empresários juniores, o evento contou com a presença de personalidades do mundo corporativo que discutiram e palestraram sobre evolução, transformação e empreendedorismo. Alguns dos convidados foram Michele Hunt, Vincente Falconi, Mara Mourão, David Goldberg e George Koukis que, junto com outros onze palestrantes, compartilharam suas experiências com negócios e projetos em escala global.

O CITi
– Hoje o Centro Integrado de Tecnologia da Informação é formado por cerca de quarenta estudantes de Ciências da Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação da UFPE, firmando cada vez mais um compromisso com Pernambuco e o Brasil em ser a melhor empresa júnior de tecnologia de informação do país.
Também presente na Campus Party, o maior encontro de computação do mundo, o CITi tem mostrado como a determinação pode transformar os sonhos em resultados. A empresa também trouxe, neste ano, outros quatro troféus no encontro pernambucano (EPEEJ) e encontro gaúcho (ESEJ) por reconhecimento de boas práticas em projetos externos e internos.

Comentários desativados