Juliana Mattos, aluna do programa de mestrado do Centro de Informática (CIn) da UFPE, foi a autora de um dos projetos campeões na 8ª edição do Latin American Research Awards 2020 (LARA), iniciativa patrocinada pelo Google. O trabalho “Uso da mineração de dados para analisar fatores de risco clínicos e demográficos de casos graves de Covid-19 no Brasil”, orientado pelo professor Renato Vimieiro e Paulo Salgado (CIn), foi reconhecido dentre outros 22 projetos de estudantes de mestrado e doutorado de seis países.

Ao longo deste ano, Juliana, em conjunto o aluno de doutorado do CIn Eraylson Galdino e seus orientadores, publicou um artigo no Brazilian Conference on Intelligent Systems (BRACIS) 2020 que apresenta os resultados iniciais do seu trabalho de mestrado. Além disso, um artigo também sobre o tema foi publicado no Symposium on Knowledge Discovery, Mining and Learning (KDMiLe) 2020, que reporta o extenso tratamento de dados realizados no banco de dados brasileiro de pacientes da COVID, apresentando uma análise inicial dos fatores clínicos relacionados ao prognóstico dos pacientes. 

Ambos os trabalhos resultaram no projeto de pesquisa que foi submetido ao LARA, um prêmio destinado a apoiar projetos de pesquisa na América Latina. O objetivo principal da proposta da estudante é empregar a metodologia que foi desenvolvida durante o programa de mestrado nos dados dos pacientes de COVID-19 no Brasil – utilizando as informações clínicas do banco de dados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) cruzadas com informações demográficas disponíveis pelo IBGE – para identificar e caracterizar fatores associados a respostas de sobrevivência não usuais (muito boas, ou muito ruins).

O LARA se dedica a apoiar projetos de pesquisa na América Latina há oito anos e já reconheceu 146 iniciativas que receberam quase US $3 milhões em apoio. A lista completa dos projetos vencedores e seus respectivos autores pode ser acessada no site do Google Brasil.

Comentários desativados