Projeto SABIÁ faz parte do Ecossistema Samsung de Inteligência Artificial e tem duração prevista de cinco anos
Centro de Excelência em Saúde & Bem-Estar e Inteligência Artificial na Universidade Federal de Pernambuco

O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung Brasil, em parceria com o Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (CIn-UFPE), anuncia a criação do Centro de Excelência em Saúde & Bem-Estar e Inteligência Artificial (SABIÁ). A iniciativa tem como objetivo reunir um time de pesquisadores altamente qualificados para pesquisar, investigar e inovar em conhecimentos científicos e tecnológicos voltados às áreas de saúde e bem-estar. A parceria tem início marcado para hoje (1).

Composto por mais de 60 profissionais, entre eles pesquisadores, professores, consultores, PhDs, doutorandos, mestrandos, graduandos, administradores e desenvolvedores, o projeto terá caráter multidisciplinar e será realizado a partir de cinco linhas de pesquisa simultâneas, complementares e integradas. São elas: personalização de diagnósticos e recomendação em saúde, monitoramento, diagnóstico e recomendação em esportes, monitoramento e diagnóstico através de sensores, sistemas de inteligência artificial com adaptação ao contexto e aprendizado de máquina aplicado à segurança de dados..

“Nos últimos anos, a temática Saúde & Bem-Estar ganhou força globalmente, não apenas por questões relacionadas a pandemia, mas pela necessidade cada vez mais urgente de encontrar soluções inovadoras que contribuam para a saúde da população. Nesse cenário, entendemos que as pesquisas, aliadas ao poder da Inteligência Artificial (IA), têm muito a contribuir”, afirma Fernando Arruda, Diretor de Planejamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung no Brasil. “Estamos muito contentes de firmar essa parceria com a UFPE. Uma iniciativa como essa não poderia acontecer sem a colaboração de uma instituição acadêmica de peso. O projeto contará também com a participação de pesquisadores em Inteligência Artificial, Cientistas de dados e desenvolvedores de software do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung, localizado em Campinas”, completa.

Para o desenvolvimento das atividades, os pesquisadores terão à disposição o SiDi IARA (Inteligência Artificial Revolucionando o Amanhã), terceiro maior supercomputador da América Latina, fruto de uma parceria da Samsung com o instituto de tecnologia SiDi. Com ele, o SABIÁ quer se tornar referência na descoberta de novas metodologias, conceitos e tecnologias no Brasil, trazendo melhorias à saúde e bem-Estar dos usuários de smartphones e dispositivos vestíveis (wearables) da Samsung, por meio do uso da Inteligência Artificial. Dessa forma, o projeto também busca antecipar tendências do mercado de tecnologia para a área da saúde.

“A colaboração em pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação entre a Samsung e o CIn/UFPE já dura cerca de duas décadas, com resultados importantes para a sociedade e o Centro SABIÁ levará esta parceria para patamares ainda mais altos. Este novo projeto de pesquisa de longo prazo demonstra o comprometimento que temos na produção de resultados alinhados com os interesses da indústria. Estamos certos que os resultados que iremos obter, na aplicação da inteligência artificial na saúde e bem-estar, irão beneficiar diretamente pessoas no Brasil e, possivelmente, em outros países”, afirmam Fabio Silva e André Santos, Coordenadores do Projeto CIn-UFPE/Samsung e do Centro SABIÁ.

Ecossistema Samsung de Inteligência Artificial

A Samsung tem atuado para fomentar o desenvolvimento de tecnologias ligadas à Inteligência Artificial no país, investindo na criação de um ecossistema envolvendo a empresa, Centros de P&D e Universidades. Com o intuito de assegurar uma abordagem integral e estrutural, o Ecossistema Samsung de Inteligência Artificial fundamenta-se sobre três pilares básicos: educação, pesquisa e desenvolvimento de aplicações.

O Centro SABIÁ será parte do Ecossistema de Inteligência Artificial Samsung, que elabora produtos e serviços visando uma melhor qualidade de vida da sociedade, por meio da geração de algoritmos e métodos que utilizam a tecnologia nas áreas de saúde & bem-estar, segurança da informação e internet das coisas, e integrará o projeto CIn/Samsung, que há quase duas décadas une esforços em pesquisa, inovação e na formação de profissionais de excelência.

Na área de educação, a empresa tem estabelecido parcerias com importantes Universidades para promover Programas de Residência de Software em Inteligência Artificial que capacitem profissionais para combater a carência de pessoal qualificado na área de tecnologia. Já no pilar de pesquisa, a Samsung vem fomentando a criação de Centros de Excelência em Inteligência Artificial, e o projeto Viva Bem, lançada em fevereiro deste ano em parceria com a Unicamp, que foi a primeira iniciativa nesse sentido, sendo a parceria com o CIn-UFPE a segunda. E o desenvolvimento de aplicações acontece quando a empresa colabora para que os resultados obtidos sejam implementados na sociedade, inclusive por meio de seus produtos e serviços, promovendo inovações frequentes em âmbito global.

Comentários desativados