Final da 26ª edição ocorreu entre os dias 31 de março e 2 de abril na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul

A história de sucesso do Centro de Informática (CIn) da UFPE na final nacional da Maratona de Programação ganhou mais um capítulo no último final de semana. A equipe “Amigos de Yuki”, formada pelos estudantes Bezaliel Silva, Gabriel Pessoa, Ícaro Guerra e os técnicos Tiago Gonçalves e o professor Nivan Ferreira, foi a grande vencedora da 26ª edição e trouxe o décimo troféu para o CIn, consagrando a UFPE como a instituição com maior número de títulos na história da competição. A final ocorreu entre os dias 31 de março e 2 de abril, na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. A competição ocorre simultaneamente em toda a América Latina. Além do título nacional, a equipe “Amigos de Yuki” obteve a melhor performance dentre todos os times latino-americanos. Com o resultado a equipe se classificou para a final mundial que ocorrerá no segundo semestre de 2023 no Egito.

A primeira etapa contou com a participação de 534 times, vinculados a 127 instituições brasileiras de todo o território nacional, e foi realizada em formato remoto, em razão das medidas sanitárias de prevenção à pandemia da Covid-19. Nesta fase, o CIn esteve representado por seis equipes, que alcançaram posições de destaque, sendo quatro delas figurando no Top 40 do ranking.

No CIn-UFPE, os trabalhos de preparação para torneios deste tipo são realizados pelo MaratonaCIn, time de programação competitiva coordenado pelo professor Nivan Ferreira. Por meio de treinamentos e simulações, os estudantes escolhidos através de uma seletiva anual são confrontados com situações semelhantes ao contexto de uma competição real. Além dos dez títulos nacionais, o grupo já acumula um título latino-americano, além de grande quantidade de medalhas.

Sobre a Maratona de Programação: Organizado desde 1996 pela Sociedade Brasileira de Computação, o evento anual faz parte da regional sulamericana do International Collegiate Programming Contest. É destinado a estudantes de cursos de graduação e início de pós-graduação na área de Computação e afins (Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática, etc) e busca promover nos estudantes a criatividade, a capacidade de trabalho em equipe, a busca de novas soluções de software e a habilidade de resolver problemas sob pressão. Os times são compostos por três integrantes, que tentarão resolver durante um determinado tempo o maior número possível dos problemas que são entregues no início da competição.

Comentários desativados