O responsável pelo projeto é o professor do CIn, André Santos

Iniciado no dia 26 de abril, o Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) firmaram uma  parceria  para aprimorar o sistema eleitoral através do Termo de Adesão nº 10/2022.  A colaboração entre as instituições visa  promover a integração dos esforços para aumentar a transparência do sistema eleitoral e garantir a confiabilidade nos processos de captação e apuração dos votos. O professor do CIn-UFPE, André Santos, é o responsável pelo projeto. A conclusão do trabalho está prevista para setembro de 2022.

A atividade inicial do projeto é de conhecer e realizar os estudos sobre o sistema e seu código fonte para realizar análises e propor contribuições que serão apresentadas à equipe do TSE. Até junho será composto um relatório técnico para posterior incorporação, seguindo o propósito principal do projeto de aperfeiçoar o sistema eleitoral brasileiro. 

“Para os alunos e pesquisadores envolvidos é uma oportunidade de estudar e contribuir para um sistema de fundamental importância para o país. Para o TSE, acredito que é uma oportunidade de receber sugestões e contribuições destes pesquisadores para a melhoria da qualidade do sistema”, diz o professor André Santos, que também enxerga no convite para integrar o primeiro projeto piloto de ampliação do acesso ao código fonte uma oportunidade muito especial para o CIn. Pois a ampliação do acesso ao código, que já era possível nas instalações do TSE, permite a realização de mais análises. 

Além de ter acesso ao código fonte e aos insumos necessários para a compilação e a execução dos testes unitários do sistema, disponibilizados pelo TSE, a Secretaria de Tecnologia da Informação (STI/TSE) irá fornecer suprimentos eventualmente necessários, como urnas eletrônicas, para que os sistemas possam ser explorados. Contribuições da comunidade técnico-científica, como essa em andamento, são fundamentais para aprimorar constantemente o sistema eletrônico de votação e as ações envolvidas no processo de eleição. Além da UFPE, outras instituições participantes do projeto são a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Polícia Federal (PF).

Comentários desativados